Tassicompartilha Tassindica

FINALLY, BERLIM!

Comecei a viajar “tarde”, depois de conquistar uma certa “estabilidade” financeira.
Foi tudo muito planejado, ao mesmo tempo que nada foi tão calculado.
Simplesmente me desfiz e tudo, vendi de biquini a coisas maiores. Qualquer coisa que não coubesse na minha mala.

Entre esse tempo, entre sonhar e emitir meu passaporte, eu sempre fiz uma lista de lugares que gostaria conhecer. Muitos deles, talvez a maioria, pautados no meu amor pela História. Lugares que me tragam novas culturas e me ajudem a “tocar”no nosso passado.

Berlim sempre esteve no topo. Tem tudo que me atrai.
Baladas loucas, liberdade e páginas infinitas de História (muitas delas bem horríveis).

Quando saí de Hamburgo e entrei em mais um Flixbus, não sei nem explicar como eu tava me sentindo. “Caraca, tô indo pra Berlim. Com 32 anos, eu tô rumo a um destino que me parecia tão distante”. Mistura de orgulho, excitação e curiosidade.

Cheguei no fim do ano, frio, nublado, que imagino ser bem típico na Alemanha.

A primeira impressão foi: pqp, que loucura (no bom e no mau sentido). Tava com 30kg nas costas tentando achar o caminho pro hostel. Consegui. Começava ali a minha aventura por 12 dias na cidade.

****Não vou postar todas as fotos e contar cada detalhe, por que? Porque você pode assistir em detalhe aqui, nos meus destaques do Insta – tem várias dicas de lugares “não turísticos”, de lugares para visitar e infos de história.

PONTOS QUE QUERO DEIXAR REGISTRADOS – PARA MINHAS MEMÓRIAS E PARA AJUDAR QUEM GOSTARIA DE EXPLORAR A CIDADE

PREÇO

Eu achei a cidade cara, no que diz respeito às coisas básicas como Metro.
Um passe diário custa 8 Euros e nem pense em burlar as regras, a sua multa será caríssima e você terá muitos problemas para ficar ou voltar para o país!
DICA: Se você for ficar uma semana ou mais, vale a pena comprar o passe semanal/10dias/mensal. Vai soar caro na hora, mas acredite, você vai economizar MUITO no final.

Continuando a falar de $$$, se você tem um budget apertado NÃO beba em bares (a não ser que você vá em algum desses que recomendei no Insta!
Digo, uma cerveja não vai sair menos de 4 ou 5 Euros em qualquer lugar. MAS, se você quiser encher a cara e ainda ajudar os imigrantes que trabalham duro, vá a uma vendinha/mercadinho e compre por 1 Euro.
SIM, ACHO QUE DAR SUPORTE A ESES TRABALHADORES É JUSTO. Eles ficam 24h abertos para atender todo tipo de necessidade.

FREEDOM

Esse será seu sentimento em Berlim. Uma cidade que não tá nem aí, ou melhor, que te convida a ser você na sua mais profunda essência. Não te cobrará nada, a não ser respeito.
RESPEITO É A PALAVRA QUE ESTÁ COLADA COM A LIBERDADE.

ESTEJA PREPARADO


Se você tem algum tipo de tabu, preconceito, valores conservadores, não vá visitar Berlim ou suas nights. Gente, vale tudo. TUDO mesmo. TUDO que você imagina ou não pensou existir. E não importa.. como eu disse, Liberdade e respeito são regras aqui.

É SEGURO

A cidade tem zonas lindas, playbas, rústicas, grafitadas, organizadas, junkies. Algumas pessoas podem te incomodar durante a sua caminhada noturna (digo porque aconteceu comigo), mas no fim, é seguro. Fique atento aos batedores de carteira e tome os cuidados básicos.

Que mais?
Acho que o play vai ajudar a entender um pouco mais do que vi por lá.

OBS: quando tava indo embora, agradeci por estar viva hahahaha foram dias intensos. Se você tem alguma tendência ao vício, tenha cuidado hahahahah Brincadeiras à parte, sonho realizado! Foi surpreendente.


Se eu achava que Berlim era foda, depois do que experienciei por lá, posso afirmar que é mais do que isso. Uma das favoritas até hoje!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: