Tassicompartilha

AQUI VAI ESSA PRAGA

[ANTES TARDE DO QUE NUNCA]
Resolvi aos poucos atualizar aqui. Portanto, várias coisas vão ficar de fora (porque eu esqueço, mesmo hahahaha Vivi 450 vidas nos últimos meses, mas bora lá)!


O que tiver de uma cidade dessa?
Eu vim a passeio, totalmente como turista e posso afirmar que a cidade é animal!

Praga é a capital da República Tcheca e da impressionante região de Boêmia. A cidade, com mais de 1,5 milhão de habitantes, é também conhecida como A Cidade das Cem Torres ou A Cidade Dourada.
Visitar Praga é como entrar em um conto de fadas com mágicas torres e ruelas medievais cheias de detalhes.


Vou resumir um pouco da história, com a licença de usar a referência do site Tudo Sobre Praga – que é uma ótima recomendação pra quem quer passear por lá!

O início de Praga

A história de Praga começa com os Boios, um povo celta que deu origem ao nome Boêmia. Esses habitantes foram os primeiros povoadores da zona onde Praga se localiza.
*Por isso a Boemiaaaaaa!

A linha do tempo é extensa, então vamos pular para o mais recente.


Praga no século XX

Com a depressão do império austro-húngaro na Primeira Guerra Mundial, quando essa chega ao fim, em 1918, é criado o novo estado da Tchecoslováquia e Praga torna-se sua capital.

Em março de 1939, Praga foi invadida pelo exército nazi, que criou um protetorado. Ao finalizar a Segunda Guerra Mundial, a história da Tchecoslováquia foi marcada pelo regime comunista.

Em 1968,  teve início uma tentativa de superação do comunismo e os tchecos defenderam um “Socialismo com rosto humano”. Foi a chamada Primavera de Praga, que acabou sendo esmagada pelas forças do Pacto de Varsóvia. 


A Revolução de Veludo

Em 1989, em Praga, aproveitando a crise soviética, teve início um movimento que a história chamou de Revolução de Veludo, responsável por conseguir a independência da URSS no dia 17 de novembro, data que passou a ser o feriado nacional da República.

Em 1993, depois da divisão da Tchecoslováquia em dois estados, Praga se tornou a capital da República Tcheca. 


HISTÓRIA À PARTE, caminhar por aqui é estarrecedor de lindo. É impressionante ver como as coisas ainda estão preservadas e como você pode TOCAR na história.

Terra de Kafka e do Relógio Astronômico, a cidade traz personagens com relatos de arrepiar.
Sem contar no visual!

Affff, me apaixonei pela cidade – que, em linhas gerais, tem preços acessíveis, atrações para todos os gostos e uma magia única.

AH, NÃO DEIXE DE PROVAR O TDRLO!!! Vocês vão ver no vídeo!
DICA: compre os feitos na hora, quentinho é ainda melhor.

Atenção: CILADA À VISTA

Eu sempre procuro um free walk tour para conhecer os principais pontos da cidade e e dar suporte aos trabalhadores informais – e sempre tive passeios EXCELENTES ou ainda melhores que isso!
Em Praga, fui abordada por um brasileiro que trabalha na empresa Falando De Praga – que oferecem city tour em português, por um preço ok.

Pensei: por que não? Sempre faço em inglês, talvez consiga aproveitar melhor o passeio.

WHAAAT? Não era amor, era cilada.
O preço mudou no meio do caminho, disseram que o preço X era para metade do tour (uma volta na praça), sem contar que o speech foi horrível. O guia passou a maior parte do tempo dizendo que ele tinha certificado de guia e que o resto dos free guides não eram bla bla bla ZZzzzzzZZZ
Me arrependi até o último fio de cabelo (e olha que tenho ato).

Whatever. HAJA O QUE HOUVER, FREE WALKING TOUR SEMPRE.


Agora vos deixo com um vídeo de Praga>>> desse jeito vocês podem ver e entender melhor o que quis explicar em poucas palavras ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: