Tassindica

WORKAWAY ADVENTURES

Eu acho que tô devendo muuuuita informação por aqui.
Tudo foi bem corrido nos últimos tempos, mas nada como encontrar nosso próprio caminho e começar e recomeçar quantas vezes forem necessárias para gente se achar.

Desde novembro de 2018, me desfiz de absolutamente TUDO e comecei a viajar pelo mundo, em busca do que sempre foi o meu grande sonho.

Vendi carro, todos os móveis, eletrodomésticos, roupas, sapatos, acessórios, biquini, até boné. Tudo que não caberia em uma única mala.
Até abri deste ano, eu carregava uma mala de rodinhas, e tudo que consegui organizar nela.

Para sobreviver, decidi usar toda minha expertise e networking publicitário para viver de freela. SUPER ROLOU. Fiquei tão feliz, inspirada e animada que tive tanto trabalho, que nem sei agradecer a confiança que me depositaram à distância (óbvio, são anos de experiência na função, anos compartilhando jobs com o mercado…e tive um retorno maravilhoso, que me permitiu seguir e seguir).

MAS, como já contei anteriormente, contratempos acontecem e voltei pra São Paulo para me reorganizar.
Foi ai que eu pensei: cara, eu realmente quero fazer e ter outro tipo de trip e experiência.
Quero meus freelas, SIM, mas quero me jogar no mundo de outra forma.


Já havia estudado tooooodas as formas de viver como nômade digital e, entre elas, estavam as plataformas, como o Workaway – aquela coisa linda de trocar estadia e alimentação em troca do trabalho que os hosts precisam (e você se dispõe a fazer).

E assim, achei que a mala de rodinhas poderia ficar em casa, porque quero ser capaz de levar a minha vida nas costas, me desfazendo pouco a pouco do pouco que me restou.

Comprei um mochilão e fiz uma mala mais compacta ainda. PORQUE A IDEIA NÃO É TER, MAS SIM VER, VIVER, APRENDER. SER.

E aqui estou, na minha primeira experiência de Workaway – com freelas, sim (QUERO), mas também com uma imersão cultural totalmente nova, com uma troca totalmente inspiradora e com um mundo todo pra tocar com as mãos.

O que eu quero com isso? dar coragem pra quem tem esse sonho, testar as modernidades, me aproximar do mundo, estar onde eu escolher e, principalmente, aprender o máximo com cada experiência, com cada cultura, com cada chegada e partida.

Já já volto para contar como tá sendo essa nova vida.
Me espera, tá?
🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s