Tassiaconselha Tassicompartilha

como comprar passagens baratas

Essa é uma das perguntas que mais recebo, desde que comecei a viajar.
Como todo mundo sabe, o preço de passagens aéreas inviabiliza muitos sonhos e projetos. Mas, como tudo na vida, SEMPRE existem técnicas e dicas que podem ajudar qualquer um a embarcar pro destino que quiser.

Essa dica vale tanto para os futuros nômades como para quem quer tirar uns dias de férias.

Vamos lá.

1. LIMPAR OS COOKIES DO NAVEGADOR

Pode parecer besteira, mas já escutei que algumas companhias aéreas monitoram o seu interesse em viajar e podem aumentar o preço por conta disso – ou vai dizer que você nunca viu uma passagem por um valor X e quando voltou para buscar novamente estava custando 2x?
Na dúvida, vale fazer essa “limpeza” hehe

Dica extra:
Há quem diga que os valores mudam dependendo do país de acesso ao site, então vale tentar alterar sua localização e o idioma.
Ex.: se estiver no Brasil, utilize outro país e escolha outro idioma.
Também faça teste com vários navegadores (todos com os cookies limpos).
E EU USO JANELA PRIVATIVA TAMBÉM. #ficaadica

2. COMPARADOR DE PREÇOS

Olha a tecnologia a nosso favor.
Skyscanner, Momondo, Kayak, Jet Radar. Todos eles usam ajudam a encontrar/comparar preços de passagens, incluindo low-cost.
Portanto, pesquise, compare E CRIE ALERTAS (incluindo os das companhia aéreas).

Os alertas vão auxiliar muito na hora de monitorar.

Dica extra:
Inclua nessa lista Decolar, Passagens Imperdíveis, Melhores Destinos, Google Flights.
IMPORTANTE: encontrou a passagem dentro do valor estipulado, CONFIRA NO SITE DA PRÓPRIA COMPANHIA AÉREA.

Por que?
Algumas delas, como Lufthansa e o grupo AirFrance-KLM, estão adotando estratégias para combater esses sites, como uma cobrança extra nos bilhetes emitidos fora de seus sites oficiais ou de sistemas operados por agentes de turismo. A Lufthansa anunciou que vai cobrar 16 euros. A ideia é atrair mais clientes para os sites das companhias aéreas, evitando esses sites intermediários.

*fonte: BBC BRASIL

3. QUANDO VIAJAR

O lugar que você quer ir, na data que quer ir, está na ALTA OU BAIXA TEMPORADA?
Isso é super importante para encontrar um preço melhor.

Veja só:
As dicas abaixo a seguir tem embasamento do Melhores Destinos, comprovadas por mim ao longo desses anos 🙂

Se você quer fazer uma viagem no Brasil na baixa temporada, a antecedência recomendada pra comprar sua passagem é de 25 a 40 dias. Já para encontrar boas passagens na alta temporada (o que é mais difícil), programe-se com 60 a 90 dias.

Para voos internacionais, o ideal é
– baixa temporada: 30 a 60 dias
– alta temporada: 60 a 120

Claro que nesse meio tempo podem surgir promoções, etc e tal. MAS, o ideal é não deixar NADA para última hora.

4. ESCOLHA O DIA CERTO PARA EMBARCAR

Gente! Sexta e domingo são os dias mais caros para viajar. Claro, oferta x demanda – muita gente quer aproveitar o final de semana, começar as férias depois do trabalho, etc.
Por isso, tenham em mente que viajar durante a semana é CONSIDERAVELMENTE mais barato.
Terças e quartas, eu diria 🙂

Mas, monitorando com os alertas, vai ficar mais fácil comparar, entender e tomar uma boa decisão! ❤

5. O MELHOR DIA PARA COMPRAR

Eu sempre amei as terças-feiras, sei lá porque, mas agora, amo mais.
Esse costuma ser o dia onde as Cias. colocam vários voos com menores preços. Talvez para preencher assentos ainda disponíveis…

Eu, realmente, não tenho embasamento técnico para justificar isso, apenas prático. Sempre me dei bem e quis compartilhar essa dica pessoal com vocês. Vale tentar – aliás, MONITORANDO COM ALERTAS, FICA MAIS FÁCIL.

6. ROTAS ALTERNATIVAS

Obviamente, é muito melhor pegar um voo direito Brasil – Europa, por exemplo. Mas você sabia que se optar por um outro aeroporto, talvez com uma outra escala, você pagar MUITO MAIS BARATO.
Por isso, vale usar a criatividade e ver a melhor maneira de chegar do ponto A ao ponto B – obviamente, sem se matar e fazer uma viagem de 3 dias pra chegar na Argentina.
Mas vale essa dica.

Ex.: eu fui para o Líbano pela Ethiopian, com uma escala de 5h. O valor foi de mais de 30% de economia do que ir, por exemplo, de Lufthansa.

7. MILHAS

Se você costuma viajar sempre (que possível) tenha um bom programa de milhagem. Isso pode se tornar um ganho imensurável!

8. JUNTE TUDO ISSO E VIAJE!

Nada melhor do que seguir viagem pagando menos, né?!
Espero que com essas dicas vocês possam tirar os sonhos do papel e embarcar pro mundão!

Caso eu descubra mais e mais coisas ao longo do caminho, volto a escrever e contar tudo pra vocês!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: